... Virtude ...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

6ª Maratona do Porto/Family Race/Mini-Maratona


No passado fim-de-semana tomamos como rumo a Cidade da Invicta, tudo começou no sábado, mal o dia tinha acordado pelas 7h09 já estávamos no comboio aonde já se encontrava a família Almeida para rumarmos a Alvalade para apanhar o “tal” autocarro, que a fantástica RUNPORTO organizou e disponibilizou para os atletas e familiares que irem participar nas provas, uma viagem com o itinerário Lisboa/Porto/Lisboa.
A hora de partida foi as 8h30 e sem demora rumamos a Invicta, foi uma viagem muito divertida deu para tomar contacto com amigos da blogosfera, fortalecer as amizades e conhecer novos atletas. Falamos sobre tudo de “Provas”, as que se realizaram e as que ainda faltam realizar sobretudo a Maratona do Porto, o tema principal. Quando dei por mim já estávamos perto da cidade do Porto, e então fomos em direcção do Palácio de Cristal para levantar os dorsais em seguida almoçarmos, pasta party, muita massa, estava muito bom o almoço. Depois foi ver os stands que lá se encontravam em especial o stand “CORRER POR PRAZER” pois tinha que ir comprar o livro que já o tinha reservado, seguindo a praxe das fotos que nunca pode faltar, simplesmente para recordar.
O tempo passou e era hora de rumar em direcção do Hotel, antes passamos pela rotunda da Boavista e deixar alguns atletas que ficaram alojados na cidade do Porto, nós estávamos alojados num Hotel em Gaia, que foi uma tremenda dor de cabeça, aonde ficamos instalados, nada contra o hotel alias muito bom, mas sim a distância que estávamos em relação ao hotel da organização, enfim coisas da vida, com mais ou menos dificuldade tudo se resolveu bem e acabou bem.
Domingo, 8 de Novembro de 2009, 6º Maratona do Porto, o dia começou bem cedo, pela 7h já estávamos a tomar o pequeno-almoço pensando na prova, logo em seguida dirigimos para o local combinado para apanhar o autocarro, aonde iria a elite, os quenianos, que nos levaria para o local de partida, onde os encontros e reencontros se dão. Destaco positivamente as zonas de partida, divididas e organizadas, o café oferecido antes da partida que deu para aquecer, alguma coisa numa manha fria e com alguma chuva tímida. Não corri a Maratona fiquei-me pela Family Race de 14km, para o ano eu conto engrossar para aumentar no numero de atletas a correr na Maratona. Falando da minha prova, então a hora aproximar-se despedi-me das minhas meninas que iriam participar na Mini-Maratona 6km, e dirigi-me para a zona que me competia sendo 9h deu-se a partida, sentia-me bem com vontade de correr, chovia, mas que sabia tão bem, mesmo uma óptima manha para prática de desporto. Já ia no inicio da Avenida da Boavista e avistei o Joaquim e então juntei-me a ele para lhe dar um incentivo para prova que lhe era longa, corria alguns metros junto dele ate que disse-me, “segue Vítor, este não e o teu ritmo”, então dei-lhe a ultima força e parti. Sentia bem fisicamente num bom ritmo e pensei para mim serei capaz de encontrar o Antonio? Mas havia muitos atletas, e lá fui confiante para a minha prova a tentar reencontrar o Antonio, quase impossível para tentar reconforta-lo e o encorajar, quase no final da avenida reencontrei outra atleta conhecida, Analise Silva grande corredora com grande historial em provas, vai a todas!! Também corri alguns metros, dois dedos de conversa ate que interroguei-me para com ela, ”será que consigo encontrar o Antonio”, então disse-me logo, “deve de estar lá mais para a frente”. Então ai desejei-lhe boa sorte e fui ao encontro dele, tentar. Já no final da avenida avistei atletas que estavam a regressar do primeiro retorno, ai pensei, “será que o vejo”, ate que já próximo do retorno o vi e gritei ”DURO”, acelerei a marcha para o poder alcançar, consegui e corremos juntos praticamente 2,5km, fomos sempre a conversar ele sentia-se bem e estava a efectuar uma excelente média, já se aproximava o meu ponto de retorno seria ao km10, ai passamos pouco mais de 00,48m, então desejei-lhe muito boa sorte para o resto da prova, que iria conseguir fazer a prova como planeava, como acabou por acontecer. Depois do ponto de retorno segui num bom ritmo afinal só me faltava 4km sentia-me bem, só pensava que iria fazer um bom tempo, segui junto da marcação de separação da prova ao longo dessa avenida para ver se via alguns amigos, também deslumbrante paisagem que estava saborear a Foz, o mar encrespado com enormes ondas, lindo, então comecei por ver Analise, depois o Joaquim, José Alberto, também a Susan não conseguindo reconhecer mais ninguém, dando a todos eles incentivo para a prova. Segui em direcção da rotunda do Forte de São Francisco Xavier para depois entrar na Avenida da Boavista para percorrer os últimos 1.5km ate a meta, ia num bom ritmo inclusive passei alguns, não queria dizer muitos atletas, também dando algum incentivo a alguns principalmente os que iam em grupo, nessas passagens um atleta acompanhou-me alguns metros e trocamos algumas palavras de incentivo, mas eu ate estava perplexo com o meu à-vontade que me distanciei acabando com um belo tempo de 1:05:44 Ritmo/km de 0:04:45. Cheguei bem, ao longo da linha de meta tentei ver se encontrava as minhas meninas mas não as vi, depois de receber o saco com os brindes, estando um grande aglomerado de atletas confusão tremenda, comecei ai procura das minhas meninas mas não as encontrava, eu para mim “será que ainda não chegaram, era só 6km” ate que as avistei na zona da meta, então fui ao encontro delas, felizmente correu tudo bem com elas apesar da chuva que se fazia cair pouca mas molhava. Ficamos um pouco a conversa com a minha cunhada também com a Susan e seus filhos Mariana e Luís Carlos, falamos sobretudo sobre os que estavam a fazer a Maratona, também da prova dos 14km que eu e a Susan fizemos, enquanto a Carolina e a Vitoria brincavam com o Luis Carlos filho do “grande” Luis Mota. Como estávamos já despachados, molhados e com frio fomos para o autocarro que estava previsto sair da zona da meta em direcção ao hotel ao 12h, como chovia fomos para o seu interior para nos resguardar da chuva. Eu entrava e saia, estava com curiosidade em ver os atletas chegarem, o Luis Mota tinha falado na zona de partida que tinha a intenção de percorrer a distância em 2h50, então mais ou menos por esse tempo fui em direcção ao local por aonde passavam os atletas, quando ao longe avisto um atleta ao qual reparo que o conhecia, pois sim, era o Luis, então o incentivei nesse momento gritando “Força Luis”, fazendo um tempo bastante abaixo do previsto. Voltei para o autocarro para junto delas para dar a novidade, mas elas também o viram a chegar. O autocarro atrasou-se muito, a espera dos quenianos, ainda bem pois assim deu para ver a chegada há linha de meta o Antonio que também efectuou uma excelente prova, logo de seguida partimos. Depois do reconfortante banho, tempo para almoçar com alguns dos amigos da blogosfera que participaram na Maratona, Family Race e Mini-Maratona juntando-se a nós os meus primos Rogério e Bela que residem no Porto, que ai prometeram que para a próxima edição vão participar na Mini-Maratona, que porreiro!!!
Deu-se as despedidas ao Porto e Gaia, e um ate breve para os amigos da blogosfera, por fim a longa viagem que ainda tínhamos que enfrentar ate Lisboa. Foi muito bom o fim-de-semana que passamos na Cidade da Invicta para o ano quero estar presente mas dessa vez na Maratona!!

Um obrigado a todos.

Abraços






Carolina e eu já estamos a pensar na próxima edição.

3 comentários:

António Almeida disse...

Olá Vitor
boa prova e um bom relato de um fim de semana que fica marcado na nossa memória.
Foi bom ter-vos por perto neste regresso feliz à Invicta.
Tu depois de uns anos afastado destas lides ( qual bom filho), a esta fantástica casa di mundo da corrida que é todos nós, em boa hora voltaste.
Esperemos que esse joelho não dê mais problemas e temos para 2010, para já, 2 grandes aventuras, a tua estreia na maratona e o fim da dupla "tandur", vamos ver.
Continuação de boas corridas.
Vemo-nos amanhã na piscina.
Abraço.

Rui Pena disse...

Parabéns pela tua incursão pelas corridas... e para o ano cá te esperamos na 7ª maratona do Porto (é um belo empreendimento... vais ver).

Abraço,

Rui Pena

Ricardo Baptista disse...

Boa Vitor,
Entao para o ano a Maratona...
Força, bons treinos.