... Virtude ...

segunda-feira, 28 de junho de 2010

31ª CORRIDA DAS FOGUEIRAS - 1ª Participação

Peniche - Fortaleza da Consolação

Os TANDUR na Avenida do Mar-Peniche


Na noite de sábado participei na 31ª CORRIDA DAS FOGUEIRAS, prova organizada Câmara Municipal de Peniche, integrada no 30º Troféu Spiridon, com partida pelas 21H30 e chegada no Largo da Ribeira, num percurso de 15 Km. Foi a minha primeira participação na prova, pois em 2003 participei na corrida das fogueirinhas 6km, adorei e ai tinha ficado a promessa em participar nos 15km, ao fim de um longo caminho foi nesta edição que ficou paga a promessa.


Chegámos por volta da hora de almoço a Peniche equipe Tandur (Família Veloso & Família Almeida), resolvemos ir almoçar e dirigirmos a um restaurante habitual um dos muitos que existem na Avenida do Mar quando visitamos Peniche, optamos por uma saborosa Caldeira De Peixe. Depois de um almoço que estava divino fez-se um pequeno percurso ate ao Pavilhão Desportivo da Escola D. Luís de Ataíde sendo o local para o levantamento do kit (T-Shirt técnica ASICS, chip, respectivo dorsal). Chegámos ao Hotel onde ficámos alojados , envolvido entre o resplandecente verde exterior e debruçado sobre o azul do Oceano Atlântico e a fantástica Praia da Consolação. Depois de fazermos o check-in e nos instalarmos, dirigimos ate há zona de lazer piscina e parque infantil, fazendo sentir um vento desagradável as meninas não se fizeram rogar, e deliciaram-se em brincadeiras dentro e fora da piscina. Por se sentir algo desagradável fomos para piscina interior ai pelos menos estávamos resguardados do frio. Passamos uma óptima tarde ate há hora de jantar.


Por volta das 20h30 saímos do hotel para irmos para o local da prova, Peniche, partida/chegada Avenida do Mar onde apresentava já uma grande animação as camisolas amarelas em predominância que correspondia as “Fogueirinhas”, e algumas verdes correspondentes as “Fogueiras”. Logo à chegada encontrei a Ana e sua família, aproveitamos para tirar as fotografias para mais tarde recordar, de seguida dirigimos eu e o Antonio para zona de partida para efectuar ligeiro aquecimento e tentar ficar o mais a frente possível do pelotão devido a dificuldade que imperava correr aqueles primeiros metros numa zona bastante limitada devido ao gradeamento que separava a faixa de rodagem condicionava bastante o andamento. Ai reencontrei alguns amigos da Blogosfera pois sabia que iriam participar, tive pena de não ver todos, haverá mais oportunidades para nos reencontramos daqui um forte abraço para todos.


Pouco depois era dada a partida da prova, 15 quilómetros com aqueles metros inicias feitos com cautela sempre presente o prazer de correr em Peniche, ai perdi de vista o Antonio, com os foguetes a rebentar no ar, os passeios apinhados de pessoas, o escuro da noite, os incentivos, as palmas, e com grande expectativa de ver as fogueiras ao longo do percurso e havia muitas na marginal norte ate Cabo Carvoeiro seguindo pela marginal sul, com o cheiro do mar e o sentir na pele o quente das fogueiras algo inesquecíveis. Voltando a prova depois do retorno em plena avenida reencontrei com o António que nos cumprimentados, depois só no final voltaríamos a ver-nos. Por volta do 5km o primeiro abastecimento, uma enorme garrafa de água bebi uns goles o resto para me refrescar, pouco depois entrei de novo na Avenida do Mar (6km) tento avistar as meninas mas era o grande aglomerado de pessoas, ai fazia-se sentir o apoio, quando ao efectuar a curva para direita dou de caras com a Ruth, a Carolina e a Vitoria aos saltos a chamarem-me com a Isabel sempre incansável com a maquina tirando fotografias, aceno para elas e sigo para o resto da prova. Percorrendo de seguida uma rua de empedrado que coincidia com o 7km que dava inicio a parte mais bonita, ao longo da marginal com muitas fogueiras, aí o percurso algo escuro do céu nada de lua, a única iluminação as fogueiras, marginal norte feita com subidas algo ligeiras, que por vezes o vento fazia-se sentir vento algo intenso que dificultava um pouco. Sensivelmente ao 10km, passo com 45min coincidindo o segundo abastecimento mesmo antes de chegar ao Cabo Carvoeiro que ate ai com subidas e descidas. Por essa altura oiço os foguetes a rebentarem e iluminarem o céu com suas cores, os primeiros classificados já tinham chegado. Continuando com subidas e descidas ao longo da marginal sul, sendo a partir 13km ate a meta feito a descer pouco depois estou novamente no centro de Peniche sempre com grande participação dos habitantes e não só apoiar-nos, largo do município repleto de gente, novamente na Avenida do Mar, era a terceira vez que ai passava, junto da rotunda oiço chamar por mim olho para lá mas não consigo descortinar quem seria, mesmo assim obrigado pela força, ao mesmo tempo ainda chegavam caminheiros da fogueirinhas. Já na recta da meta vejo com alegria novamente as meninas a acenarem, lá estavam todas.


Terceira participação em provas de 15km, 1º Corrida das Fogueiras, efectuando um novo recorde pessoal na distancia, terminei os 15.160km, em 1h06’40, no meu “Garmin” num ritmo 04:23 min/km. Recebo a medalha de participação, muita água à disposição, de se seguida fui ao encontro das meninas que ao fim de um dia de sábado intenso de actividade a Carolina adormeceu nos braços da mãe, só acordando no dia seguinte ainda em Peniche. Pois a sardinhada ficara para outra ocasião. Já domingo, depois de uma noite bem dormida, tomamos o pequeno-almoço no Hotel, alias muito bom. Aproveitamos para passar o resto do dia em família nas zonas de lazer do hotel, porque a Carolina e a Vitoria só falavam, “Podemos ir à piscina e ao parque infantil”, satisfação enorme proporcionar estes momentos de alegria a elas. Ao fim do dia foi de rumar a casa pois tinha terminado mais um fim-de-semana 5 estrelas. Com certeza tenciono voltar e correr na Corrida das Fogueiras.


Próximo fim-de-semana participarei ou não na corrida dos 512 Anos Santa Casa, estamos inscritos eu na corrida, Ruth e Carolina na caminhada.

domingo, 20 de junho de 2010

Costa/Lagoa/Costa

Hoje como planeado, por mim e pelo António, efectuar um treino longo no areal da Costa da Caparica, tinha como percurso Costa/Lagoa/Costa, 30km. 7h30 hora programada iniciava a grande aventura juntando-se a nós o Luís Parro, mais três amigos corredores que não me recordo dos seus nomes, sorry.
Num ritmo lento com um piso bom para correr percorremos sem dificuldade ate Fonte da Telha, a partir dai o grupo partiu-se seguindo eu o Antonio e outro amigo com o grau de dificuldade a aumentar, com inclinação acentuada e a rebentação das ondas aos nossos pés com constante sobe e desce não faltando o inevitável baptismo, os pés a enterrarem-se, as forças a faltarem assim foi ate á Lagoa, no regresso a diferença foi o vento a fazer-se sentir para ajudar a dificuldade, pouco tempo depois do retorno já seguíamos sozinhos, eu e o Antonio e assim foi ate ao fim.
Mesmo antes de passarmos este percurso ate á fonte da Telha demos de cara com o amigo Filipe Fidalgo que tinha inicia o treino com outro grupo, ai fez o seu retorno já tinha 15km, que nos fez companhia ate fonte da Telha, partir dai seguiu seu treino no asfalto ate casa. Por experiencia própria o Antonio ia dizendo que no Raid nos primeiros quilómetros seriam igualmente iguais ou piores do que encontramos na Fonte da Telha/Lagoa, se for assim preparem-se que é duro.
Passando essa fase entramos já em areal algo melhor para correr a dois seguimos ate ao final, ai encontravam-se a nossa espera as nossa meninas, sempre que chegamos a Carolina e Vitoria correm, fazem a festa, gritam de alegria ao ver-nos chegar, não faltando a reportagem fotográfica a cargo da Isabel com apoio da Ruth, uma satisfação revelas. A partir do 26km comecei a ressentir do esforço despendido, as pernas já fraquejavam entre o zig-zag agua/areia, pois já se encontravam bastantes banhistas, quando passava pela água refrescava os músculos e um ganho de energia para chegar ao fim, consegui terminar mas exausto.
Fiz o percurso em 3h40, duro mas com ganho de auto-estima para o Raid. De seguida a praxe, o reconfortante banho que soube tão bem nas águas geladas. Ver as meninas a brincarem, tomar um pouco de sol, seguisse o almoço, Favas que estavam um delícia confeccionadas pela minha mãe. Na parte da tarde dirigimos aos jardins de Belém para rever um prima e a afilhada da Ruth, que se encontram a morar na Noruega, não faltando a ida aos pastéis de Belém.
Daqui a 15dias novo treino na Costa da Caparica.

Próximo fim-de-semana, equipe TANDUR presente na Corrida das Fogueiras em que todos vão participar, Fogueiras e Fogueirinhas.

Mais Fotografias aqui no meu Album Picasa

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Brisas do Atlântico - Ajudar quem mais precisa

Familia Veloso em Zambujeira do Mar
TANDUR - Almograve

Na quinta-feira feriado nacional, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas é o dia em que se assinala a morte de Luís Vaz de Camões em 1580, participei na edição das “Brisas do Atlântico”, um evento multidisciplinar, que envolve as modalidades de Atletismo, Desporto Adaptado, Pedestrianismo, Patinagem, Cicloturismo e BTT, entre Almograve e Zambujeira do Mar, no litoral odemirense.
Promovido pelo Município de Odemira e pelo Núcleo Desportivo e Cultural de Odemira, a grande missão das “Brisas do Atlântico” é contribuir para um desporto melhor, mais justo e mais equilibrado. Defende-se a verdade desportiva, os direitos humanos e o desporto enquanto prática social imprescindível para o bom desenvolvimento humano.
Ajudar quem mais precisa
Apoiar a população mais carenciada do concelho de Odemira é o objectivo para esta edição das Brisas do Atlântico, no âmbito do “Ano Europeu da Luta contra a Pobreza e Exclusão Social”. As receitas resultantes deste evento reverterão em favor de famílias desfavorecidas, através da aquisição e distribuição de alimentos de primeira necessidade.
O evento desenrola-se nas vertentes lazer e competição e é aberto a todos os atletas federados ou não, de ambos os sexos.
Os percursos terão de 20km, para as modalidades de atletismo, desporto adaptado, patinagem, BTT e cicloturismo. No pedestrianismo, o percurso da caminhada terá de 2.500 metros e o percurso de distância média será de 8.000 metros.
Apenas os atletas que percorrerem a maior distância pontuarão para a classificação.
Houve ainda prémios monetários até ao 20º classificado de todos os escalões nas três modalidades, o Antonio esta de parabéns com o seu excelente desempenho conseguiu no seu escalão veterano 2, ficando em 11º lugar em 15 atletas, e o seu merecido premio monetário, a equipa TANDUR já em grande plano, com os seus atletas que trabalham em conjunto para o mesmo fim.
Sobre a prova, dirigimos, famílias Veloso e Almeida, bem cedo para Almograve, pacata e acolhedora vila alentejana. A chuva e nevoeiro acompanhou-nos durante todo o caminho, mas com a nossa chegada o tempo mudou radicalmente o sol lá apareceu e assim sucedeu-se durante todo o percurso e dia no Alentejo por aonde andamos. 10h00 iniciamos a nossa prova de atletismo, com ritmo controlado, prova em que diziam que era plana mas assim não se sucedeu, trajecto quase todo sempre com alguma inclinação desfavorável, de facto com pouca inclinação mas em 20km com longas rectas com calor muito seco mesmo estando junto ao mar, tornou-se muito maçador e desgastante. Prova bem organizada com abastecimentos bem situados, mas não os impediu de nos prejudicar fazendo-nos quebrar o ritmo em duas situações em que nós estávamos ir em sentido errado só nos avisando muito tardiamente, incrível com colaboradores e policia por perto acho que não há desculpa, desculpem-me mas é a minha opinião.

Fiz a prova a par do Antonio, sempre presente a bela paisagem alentejana o mar ao nosso horizonte ao longo do percurso com muitos animais, minhas amigas vacas, um burro que nos saudou a nossa passagem, e com alguns populares a aplaudirem a nossa passagem e de todos, os intestinos a incomodarem durante toda a prova, apesar de isso nada de impeditivo de correr ate aos 11km senti-me sempre bem mas na segunda parte comecei a ter dores abominais, alguma dor em que certas alturas com as dificuldades tive mesmo que abrandar o ritmo, mas consegui chegar ao final e rever as minhas meninas, isso e que importa. Com essa dificuldade, fizemos a segunda parte bem mais rápido devido aos últimos 5km imprimimos um ritmo bem elevado, em que passamos alguns atletas, não é de “gabar” mas se visem a facilidade em que os passávamos, ainda ouvi dois atletas a falarem ”…eu não tenho treinado, já viste bem a diferença de andamento…”, a ouvir ainda me deu mais força para avançar ate ao final.Pronto chegamos a meta instalada em Zambujeira do Mar percorremos os 19,6km marcados no meu Garmin, num tempo de 1h32 num ritmo de 04:35 min/km. Gostei da prova bonita envolvência natureza e desporto, como obvio tenciono repetir na próxima edição. Ficamos na expectativa se o TANDUR, se o António teria ficado nos 20ª primeiros, a demora e muito tinha que se esperar que todos os participantes chegassem.
A fome já apertava o cheirinho a carapau aliciava e muito, finalmente o António alcançou 11º lugar do seu escalão, a equipe TANDUR estava em grande só faltava que eu no sector Seniores fica-se bem classificado mas com há sempre mais participantes nesse escalão, não estava esperançado a nada e nem era esse o meu interesse, mas se ganhasse algo era bem-vindo, o António por curiosidade e tirar as duvidas foi perguntar a um elemento da organização como tinha ficado na classificação, em que foi boa mas frustrante, “por um se ganha, por um se perde”, fiquei em 21º lugar do escalão seniores, pois ate 20º lugar haveria prémios monetários, não desmoralizar, pois consegui terminar mais uma prova em que me propus sem mazelas que me impeçam de praticar o que gosto, correr.

Agora vou continuar a minhas mini ferias em terras alentejanas, junto das pessoas que amo.

Continuação de boas corridas, ate breve.

Até lá façam o favor de correr!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

CyberRunners / SportLife


Caros amigos com agradável prazer inesperado ao desfolhar a revista SportLife, revista em que sou seguidor mensal, sendo uma boa revista com bons temas, cada tema uma dica sportlife, que seja sobre alimentação, treino, etc… , quando me dou a ler a reportagem da 2ª Meia da Areia, ficando contente devido a estarem a falar de nós, os ”CyberRunners a equipe mais virtual da prova” *.

Falando da nossa activada Corredores Cibernautas, felicitando-nos, os nossos corredores, o Nuno Romão com o 2º lugar e o 1º lugar da Susana Adelino em femininos da geral, comentando também o 3º lugar em masculinos e o 1º lugar em femininos por equipas, “Graças às excelentes participações de todos os atletas” *.

Não esquecendo do nosso almoço convívio, contendo fotos dos nossos campeões. Reportagem feita pela nossa amiga Filipa Vicente, nutricionista e corredora. Dêem uma vista de olhos a reportagem acho que esta muito interessante de ler.

O IV Encontro Blogueiro já se encontra em marcha, nosso amigo Nuno Romão tomou a iniciativa de o organizar vai ser dia 23 de Abril de 2011, em Constância sendo conhecida por ter sido local de residência de Luís de Camões, que ai escreveu alguns dos seus poemas líricos. Que seja um óptimo dia de convívio.

Bons treinos, bom fim-de-semana prolongado.

* Frases tiradas da revista

segunda-feira, 7 de junho de 2010

9ª Corrida do Oriente

cima esq.: Tandur
cima dir.: Animação inicial
meio esq.: Fase inicial
meio dir.: Veloso & Almeida só falta a Isabel
baixo esq.: casal Veloso
baixo dir.: família Veloso
.
Realizou-se em Lisboa na zona do Parque das Nações, a 9ª Corrida do Oriente, organizada pela Paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes. Esta foi segunda vez em que participo, a primeira já foi em 2005 mas nem vale a pena falar muito dela…. Uma manha de domingo muito soalheira com algum vento em que mais uma vez família Veloso participou no bem de praticar desporto. Na companhia de minha irmã Isabel em que nos acompanhou e da família Almeida companheiros assíduos nestas andanças das provas de atletismo.

Na Corrida do Oriente os TANDUR (Vitor&Antonio), tiveram um novo elemento para esta prova o Manuel Silva, amigo que corre pelo mesmo gosto, participamos nos 10km, com início no Passeio do Levante em que terminava no Passeio dos Heróis do Mar. Paralelamente a esta prova, realiza-se uma mini-corrida não competitiva, as TANDUR (Ruth&Carolina; Isabel&Vitoria) em que se juntou a Isabel Veloso em modo de acompanhante, participaram no passeio designado Correr para Conviver com partida do Rossio do Levante e chegada no Passeio dos Heróis do Mar.

Mesmo antes da prova revi bastantes amigos, ainda estava a fechar o carro nas imediações, com agradável surpresa dou de “caras”com Filipe Fidalgo e sua família, e não fora combinado, Também revi a Susana Adelino, Daniel Pinto, Nuno Romão com o seu brilhante 9º lugar da geral, parabéns, o Fábio Dias, Pedro Ferreira, José Lopes que conheci pessoalmente um prazer, Paulo Martins, para todos um forte abraço.

Referente a minha participação, com um pequeno aquecimento e um beijo de despedida as minhas meninas eis as 10h00 e inicio da prova, um percurso com um baixo grau de dificuldade, só com duas subidas ligeiras com alguns momentos correr com piso em paralelos, algo incomodo. Arrancamos, eu e o António, numa boa passada ritmo confortável, partida algo confusa numa via estreita com corredores nos paralelos e outros no passeio, mesmo assim percorremos juntos ate ao 3km, ai numa das primeiras subidas e suas correspondentes descidas, alarguei a passada e ganhei um pouco de avanço, a partir dai segui sozinho mas o António estava por perto. Pouco depois passa por mim o TANDUR Manuel Silva em que incentivei, mesmo a recuperar de uma lesão ia num bom ritmo. Com abastecimentos aos 4km e 7km no meu ponto de vista bem colocados e bem servidos, nestes instantes o ritmo quebra um pouco mas adoptei uma estratégia em aumentar o ritmo antes do abastecimento e sair o mais rapidamente possível deles, com a máxima da atenção em ultrapassar zona de garrafas espalhadas pelo chão, ai sim depois repor os líquidos. Chegado ao 5km sensivelmente com 00:22m bem fisicamente e mal psicologicamente, antes do ponto de retorno já ia em sentido contrario o Filipe em que o incentivei em que ia muito concentrado na sua prova. Depois do meu retorno lá vinha o Antonio em que seguia bem próximo em que incentivamos mutuamente só depois na meta e que o revi. Faltava 4km para terminar e progressivamente aumentei o ritmo mas em certas ocasiões o vento não deixava, nessas alturas seguia com alguns corredores em que podia aproveitar em ficar atrás mas eu não gosto de o fazer, prefiro passar ou desviar-me. Com ou sem dificuldades gosto de fazer a minha prova. Aos 8km alcancei o Manuel Silva, eu ia bem mais rápido em que o incentivei em seguir-me, assim foi e seguimos juntos para esses 2km finais. Há entrada do Passeio dos Heróis do Mar, avisto a meta, olho para o meu “Garmin”, e como herói que achava em que podia efectuar uma bom tempo, acelero e modo de sprint olho para pessoas que se encontrava nas imediações da meta, mas não avisto os meus familiares, contínuo faltava pouco, eis que termino, contente e feliz talvez fosse o estímulo que faltava para situação crítica que atravesso. Termino com o tempo de 43:22m no meu “Garmin”, num ritmo 04:20 min/km, num novo record pessoal na distância. 1215º Atletas terminaram a 9º Corrida do Oriente, fiquei em 253º da geral, 97ºlugal escalão sénior, prova na classificação geral ganha por Hermano Ferreira do Maratona Clube Portugal em masculinos, que na semana passada vencera a 2º corrida novas oportunidades, no sector feminina prova ganha por Mónica Rosa Maratona Clube Portugal. Entregaram no final uma camisola e uma caneca alusiva a prova. Com animação com pinturas, insufláveis, ginastica"vivafit" bem conhecida da ruth, uma esplanada com muitos doces, e um grande espaço verde para todos conviverem, especialmente a minha filhota Carolina na companhia da sua prima Vitoria se deliciaram, que belo de ver a alegria delas que nos contagia.

Hora de rumar a casa para o apetitoso almoço o recompor de energias, logo de seguida tinha que deslocar-me ate ao estádio de Alvalade XXI para prestar serviço, pois sou “stuart” assistente de recintos desportivos, no futebol hoje jogou-se um dérbi Lisboeta em juniores Sporting-Benfica disputa-se a fase final para o título nacional de juniores. Que bom que o “meu” Benfica saiu vitorioso, 0-2 ao eterno rival, e ainda esta na luta pelo titulo, glorioso.

Próxima prova “Brisas do Atlântico” em Zambujeira do Mar, serão 20km entre Almograve e Zambujeira.

Boa semana para todos e um forte abraço.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Treino/Praia

....Uma Virtude Viciosa.....


Aproveitando este descanso laboral devido ao feriado nacional, “Corpo de Deus”, aproveitei para efectuar mais um treino no areal da Costa da Caparica, pois a intenção não passou disso, era participara na GP de Atletismo da Quinta do Conde, por problemas alheios foi anulado. Na companhia do meu companheiro de corrida, Antonio, 10h00 iniciamos para enfrentar o grande aglomerado de banhistas numa manha muito bonita de calor, o vento era fraco, perfizemos o treino longo de 21,8km, no final o primeiro banho refrescante nas águas da Costa, os músculos bem que pediam!! Faltando apenas 58 dias para o Raid Melides/ Tróia. Dia 20/6 em antecipação vamos fazer um longão, Costa Caparica/Lagoa de Albufeira, quem quiser acompanhar-nos estejam a vontade.



As nossas meninas também foram, claro, não podiam deixar de faltar a uma manha de praia as pequenas delirão com a ida á praia, para brincar na areia e banharem-se nas águas da Costa da Caparica.


Domingo equipe TANDUR estará presente na Corrida do Oriente, dia em que todos vão novamente participar.