... Virtude ...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

11ª Meia Maratona do Centenário

Meia Maratona de Portugal esta idealizada Centenário, comemoração dos 100 anos implantação da República Portuguesa, por mim programada já algum tempo, desde da última edição, estava inscrito seria a 2ª e com muita vontade mas na altura lesionei-me no joelho com tristeza não participei e ai ficava prometido que na próxima não faltaria.

TANDUR
Apadrinharam Alberto Coutinho(2251)

Assim hoje foi dia de romaria ate a parte mais alta da ponte Vasco da Gama, transportados pelos autocarros amarelos da Carris lá foram chegando a conta gotas para todos participarem, uns na Meia e a maioria na Mini, era um enorme moldura que predominava a cor Vermelha, uma grande festa.

Para mim foi tudo novidade que adorei viver nesta linda manha. Os TANDUR presentes para abrilhantarem a prova, desta vez a “claque” optou por ficar por casa, não tivemos “aquele” apoio nem fotografias. Chegados ao tabuleiro da ponte eu e o Antonio a primeira coisa foi tentar encontrar os amigos da blogosfera corredora, logo damos de cara com o Mário Lima sempre com aquele sorriso. Reunimos com o grupo presentes, Filipe Fidalgo o “TANDUR” e um amigo (Alberto Coutinho) que iria estrear-se em Meia Maratona que lhe correu muito bem, Ana Paula, Antonio Pereira, Carlos Coelho, muito bom rever todos amigos da blogosfera.

10h30 tempo de dar corda aos ténis, o 1km foi melindroso foi um zig-zag para desenvencilhar dos penetras presentes, os tais que só vão empatar quem quer correr e de alguns mais lentos. Os 5km iniciais fiz na companhia do Filipe em que íamos num ritmo muito elevado, ele ia bem e disse-lhe para seguir, ando um pouco cansado derivado a carga de treinos semanais e a ideia para esta prova era treino ritmo. Dada altura já na descida vejo o Fábio Dias em que o comprimento, mais a frente ao 2km Analise Silva, só nos podemos orgulhar de correr ao lado desta mulher, e o Jose Melo. O trajecto da prova era novo dito mais fácil que o antigo, este totalmente plano sem grande dificuldade, com muitos e bons abastecimentos o trânsito cortado sempre com os impacientes a apitarem, uma vergonha, patrulhas médicas ao longo do percurso, placas com marcação de km, no geral esteve tudo bem, os meus parabéns. Seguia na zona do viaduto de Santa Apolónia no sentido descendente quando avisto o Luis Mota e mais atrás seguia o Carlos Lopes, os dois iam num óptimo andamento, em que os incentivei, mais atrás revi o Carlos Fonseca. Uma surpresa quando ao longe avisto o Joaquim Adelino que estava a fazer o seu treino e incentivando, foi bom rever-te. Cruzo-me com o Filipe que já vinha do retorno e parecia-me bem, depois do meu retorno foi rever caras amigas sempre incentivarem, que bom. Oiço chamarem por mim era o Antonio no seu andamento Maratonista, depois o Mário Lima, Jose Melo, Fábio Dias, Susan Mota, Ana Paula, Antonio Pereira, Carlos Coelho.

Seguia bem, concentrado na minha prova controlando o ritmo e o esforço, gerindo tudo, ate final um acumular de quilómetros, mesmo antes do retorno comecei a passar alguns, “muitos” corredores sendo um constante ate final. Já no parque das nações o incentivo popular notava-se, sem esforçar optando por não fazer o sprint final deixe-me ir, ouvi chamarem por mim mas quem fosse não dava para descortinar quem era, já em plena ponta final com aquele empedrado tramado cortei a linha de meta bem fisicamente era o mais importante, num  Recorde pessoal , percorri a distância 21,380km com o tempo de 1h36:30 num ritmo 04:30 min/km, classificado em 206º lugar no Escalão Sénior, 419º lugar da geral em 2391º atletas classificados no final da Meia Maratona do Centenário. No final conheci pessoalmente o Rui Pena grande tri-atleta, lá estaremos no Porto. Ainda por ali fiquei pelas imediações na companhia do Filipe e do Antonio para rever todos amigos mas tal não aconteceu também derivado a tanta confusão. Hora de regressar a casa para junto das minhas meninas em que me esperavam umas reconfortantes Favas, que delicia.

Foi mais uma prova, do caminho traçado ate ao Porto.

Para semana será em Portel, passear em terras alentejanas e participar no I Trail Terras do Grande Lago, serão 34km de pura natureza, e correr ao lado do grande lago artificial da barragem do Alqueva.

Ate Breve, continuçao de bons teinos.

Classificação Geral

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Relembrar

Faz precisamente hoje Um Ano que nasceu, “Correr, Uma Virtude Viciosa”, lembro-me como fosse hoje 21 de Setembro de 2009, decide construir este sítio de partilha, a partilha de palavras, imagens, de momentos especiais, de mensagens positivas e vários temas fazem deste cantinho o meu refúgio e o contacto do que eu sou com o mundo que me rodeia. Reiniciei o Vicio de correr com regularidade em Junho de 2009, e em Setembro a primeira participação na Corrida Festa do Avante, a partir daí foi um acumular de participações. Varias provas de estrada, de Trail e Areia. Desde a primeira Meia Maratona, as Lampas “Rampas”, que se tornou especial, a que me marcou mais sem dúvida foi a dos “Trilhos de Almourol”, pela estreia em provas fora de estrada e pela aventura conquistada em condições inigualáveis, que não se vai repetir. Enaltecendo a maior distância percorrida 52km “Geira Romana” tornando-me um Ultra-Maratonista. O III Meeting blogger na Costa da Caparica foi formidável. Para mim a prova mais difícil ate hoje foi “UMA Melides /Tróia”, foi 43km de muita dureza, sou um “Duro”, ai estivemos a mercê da mãe natureza, quem lá esteve sabe muito bem do que falo.


Foi um ano de muita coisa, tenho que fazer um agradecimento muito especial a minha família, é sempre a base do sucesso, no apoio e incentivo e estarem presentes, “Ruth e Carolina”, em que lhes “roubo” muito tempo de estarmos juntos para poder fazer os meus treinos, e provas. Muitas e gratificantes amizades construídas, fazer parte da Família Blogosfera Corredora que esta a crescer de dia para dia. Participei em 33 provas, todas elas exemplares, num total de 580.2km. Mas resta-me concretizar um Sonho de me tornar um Maratonista de estrada, já esteve mais longe e hoje posso dizer que o Grande Dia está a chegar, terminar uma maratona é um sonho acessível a qualquer corredor!

A todos os que por cá passam e que gostam de ler o que escrevo, só posso dizer obrigado. A vossa amizade e as vossas palavras são também a minha inspiração, os meus agradecimentos.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Para o Grande objectivo, Porto.

Hoje foi dia de treino longo, optei por não ir nem a Benavente nem ao “Destak”. Estava programado para de manha mas acabei por efectua-lo ao fim da tarde, mas hoje a vontade não era muito, mas começando a correr tudo passa. Com a companhia do meu pai que foi de bicicleta. Foram 25km feitos em estrada com inicio e fim na minha rua. O Itinerário foi Caparica, Pragal, Olho-de-boi correr junto ao Rio Tejo, Cacilhas, Cova da Piedade, Laranjeiro, Corroios, Santa Marta, novamente Corroios ai aproveitei para dar uma volta ao “terreno de Corroios” palco que não frequentava  já alguns anos foi bom lá voltar, Alto do Moinho, Sobreda, Universidade, ai cruzei-me com o Antonio e família, Monte Caparica, e finalmente Caparica.
O caminho traçado para o “Grande Dia” esta a desenrolar dentro do programado, agora e dar continuidade.
Continuação de bons treinos para todos.
Mais detalhes Aqui

domingo, 12 de setembro de 2010

34ª Meia Maratona de S. João das Lampas

TANDUR

"Os Louros da Vitoria são para si
porque connosco todos são
vencedores!"

Ontem registei a segunda participação na edição 34ª Meia Maratona São João das Lampas, ou “Rampas” como queiram designa-la, pois na edição anterior 33ª participei sendo a minha primeira Meia Maratona a estreia absoluta, prova organizada pelo amigo Fernando Andrade que esta de parabéns por nos proporcionar uma boa prova e tentar que ela permaneça no calendário, força amigo estamos contigo.

Este ano já ia com ligeira à vontade por conhecer o percurso da prova, mas as Subidas e Descidas lá estariam a nossa espera. A equipe TANDUR, eu e o António estivemos presente com a suas famílias sempre com a vontade de estar junto de nós, e com um novo elemento que aceitou o convite para juntar-se a equipe, o amigo Filipe Fidalgo que a partir de agora e um TANDUR, fez dupla estreia, na equipe e na prova, que esteve muito bem.

Já em São João das Lampas mais um ponto de encontro dos amigos da Blogosfera corredora, os TANDUR, Mário Lima, Carlos Lopes, Carlos Coelho, Joaquim Adelino, Susana Adelino, Jorge Serrazina, José Magro, Carlos Fonseca, Analise Silva, Paulo Martins, sempre uma agradável satisfação estar junto destes amigos.

O tempo fazia sentir algo quente e com um vento desagradável que prejudicaria os atletas durante o percurso, efectuei um normal aquecimento na companhia dos amigos e rapidamente chegou a hora tiro de partida. Despedi-me das minhas meninas, e iniciei mais uma aventura. 17h em ponto iniciou-se com a volta da “praxe” pelas ruas de S.J. Lampas que voltaríamos a passar por volta dos 13km, com inevitável dureza da mesma. Com abastecimentos aos 5, 10, 15, 20km, em relação ao ano passado com menos chuveiros disponibilizados pelos moradores, em que aproveitei sempre para me refrescar, em vários pontos de concentração os moradores faziam-se sentir o apoio aos atletas. Sempre com a companhia do Filipe estava-mos de regresso a S.J. Lampas para iniciar a segunda parte e final da prova, o aglomerado de pessoas era maior, finalmente uma cara conhecida a Isabel, a tirar fotografias, mais frente as minhas princesas em que trocamos olhares, e “bati” na mão pequena da Carolina. Mesmo antes de sair da Lampas cruzei-me com o Fernando Andrade com olhar fixador e tranquilo incentivando os atletas.

Saímos das Lampas eu e o Filipe para os 8km finais, sempre com ritmo bom e bem controlado aquele que permitia efectuar uma boa passada sem grande esforço, fomos acumulando quilómetros. Estes últimos quilómetros só teríamos duas “terríveis” subidas, ao 15km e ao 17km. Por volta do 19km o Filipe arrancou atrás de outro atleta que ia numa boa passada, faltava 2km sentia-me bem e arranquei atrás deles, ai o vento fazia-se sentir contra os atletas em que dificultou a tarefa, num ritmo forte ainda olhei para o Garmin e marcada 3’45’’ por km, tentei sempre manter o andamento ultrapassando atletas e já com o pórtico da meta a vista com muita gente aplaudir, dai que avisto a minha princesa já apostos para ultrapassar mais uma meta em conjunto e mão dada. Termino a minha segunda participação em S.J. das Lampas, nos 21.380km marcados pelo Garmin, em 1h43’29 num ritmo 04:50 min/km, no 69ªlugar no escalão M25/40, no 181º lugar em 380º atletas na geral da classificação. Seguiu-se o banho fresquinho, depois foi tempo da confraternização com “todos”, TANDUR, Mário Lima, Joaquim e Susana Adelino e o José Pereira, num café bebendo umas “bejecas” num ambiente de autentica cavaqueira falando da prova e das futuras provas que serão novamente o nosso ponto de encontro.

Esta foi mais uma prova do caminho traçado ate ao Porto.

Veja o Vídeo aqui da 34ª Meia Maratona de Sª João das Lampas, muito fixe, eu a minha princesa Carolina passar a linha da meta, que emoção. ;-) 
video

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Caminho traçado….

Parque da Paz

A preparação para o “Grande Dia” está na sua fase inicial e ate agora a decorrer dentro da normalidade.

Os treinos de longa distância assumem-se de importância fundamental no decorrer do treino para Maratona, um plano de 10semanas traçado por mim recorrendo a alguns disponíveis sendo aplicados a minha disponibilidade para preparar a Maratona do Porto, com um treino longo ao Domingo, e ao meio da semana um “meio” longo intervalando com series de 1000m, semana sim semana não, e alguns treinos durante a semana, ainda estou com a incerteza de fazer series!!

Hoje foi dia treino “meio” longo no palco preferido para treinar, Parque da Paz, é um espaço de eleição no “Pulmão” da cidade, tendo sido projectado por Sidónio Pardal, são 60 hectares de área verde, matas, zonas de descanso, caminhos e lagos uns amplos, outros intimistas, que nos fazem perder a noção do tempo, também eleito por muitos desportistas para praticarem seu desporto preferido.

Comparecerem pelas 16h30 como combinado para efectuar o treino em conjunto de 20km os amigos Mário Lima e o Filipe Fidalgo. Foram 20km em 2h00, não sendo por mim previsto, mas um privilégio aceitar o desafio e foram acompanhados de puro de prazer muita motivação, pois correr ao lado de um Maratonista e um futuro Maratonista tem coisas que se diga, ouvir a voz da experiencia e essencial nesta caminhada. Em plena cavaqueira pois não havia pressa para terminar o importante era acumular quilómetros, óptimo percorrer os longos caminhos que o parque nos proporciona, obrigado amigos pela companhia.

Um belo treino a caminho do Porto.

Sábado estarei presente em S.J. das Lampas dando continuidade ao caminho traçado.

domingo, 5 de setembro de 2010

23ª. Corrida Festa do Avante

Blogosfera Corredora

Esta manha participei no 23º Corrida do Avante, como há um ano foi o inicio em provas organizadas, trajecto em que participei em muitas e boas provas sempre na companhia da minha família e da família da blogosfera corredora. Festa do Avante já vai na 34ª edição nas nos últimos 20anos tem se realizado em solo da Atalaia, recinto adquirido devido à contribuição de militantes e amigos do Partido e de muitos democratas. A equipe TANDUR esteve presente mas desfalcada, eu na companhia da Ruth e da Carolina acompanhados pelos meus pais, irmã, cunhada e sogra, dirigimos para Quinta da Atalaia, eu para correr os 10km da prova com inscrições grátis, de lazer e preparação para uns e de competição para outros fez-se na Amora. Uma excelente moldura de atletas que correram e outros que aproveitaram para caminhar, encheu as marginais da Amora e do Seixal, em jeito de convívio foi de voltar a rever os amigos, que foram muitos que marcaram presença. Dei logo de caras com o Mário Lima e alguns do CCD Loures, seguindo-se o Pedro Ferreira, Luís Parro e sua esposa, Analise Silva, Fernando Rodrigues amigo dos “Trail’s”, durante a prova o Carlos Lopes, Fábio Dias, Jorge Branco ainda “gritei” por ele, o Hamilton, no final estava minha espera o amigo Filipe Fidalgo que esta de parabéns, seguindo-se Joaquim Adelino, Carlos Coelho, Ana Paula Pinto aproveitei para elogiar pela força que tem de enfrentar a vida e adquirir o livro “Margot Estrelinha Azul”, menina Margaret nunca será esquecida, o António Pereira e a “Bekas”. Da prova nada a dizer, só que parti no fim do pelotão de atletas quando suou o tiro de partida estava na conversa com o Mário Lima, prova sem dificuldade num percurso plano que este ano foi diferente, na minha opinião mais bonito, correr ao logo da baia do Seixal. A única dificuldade foi ultrapassar o primeiro km no meio de tantos atletas e a minha falta de ritmo e o intenso calor que se fez sentir.
Percorri os 10.5km pelo meu Garmim em 47'30'' num ritmo 04:31 min/km. Foi uma manha de muito convívio sendo bonito de ver a camaradagem que há entre nós, a família da blogosfera corredora esta a crescer.

No final ainda fiz um pequeno treino de 5km em 23'00'' pelas ruas de Amora, foi 15km percorridos para juntar a longa “caminhada” ate ao Porto.

A todos um forte abraço ate ao próximo encontro, para semana estarei na Meia Maratona de São João das Lampas prova organizada pelo nosso amigo Fernando Andrade.