... Virtude ...

domingo, 20 de novembro de 2011

Meia Maratona da Nazaré


Depois de participar na corrida mais emblemática do panorama nacional, Maratona do Porto onde se tornou hábito correr na invicta, passado somente sete dias no dia 13 de Novembro de 2011 voltei a competição, onde viajei ate Nazaré e participei na 37º Meia Maratona Internacional da Nazaré a Mãe de todas as Meias no plano nacional a mostrar uma vitalidade que continua a fazer desta prova uma das favoritas do pelotão popular e a justificar em pleno uma visita a esta bonita e hospitaleira localidade.


Na companhia do Pedro Ferreira e família onde ele se estreou na Nazaré, também a minha menina de Ouro fez companhia, um forte incentivo para a corrida tudo fica bem. Na edição anterior a “Mãe” foi generosa e este ano voltou a recompensar pelo trabalho efectuado. O tempo dava indicações que iríamos ter chuva, felizmente no final é que choveu copiosamente, foi uma molha que chegou até aos ossos!


O percurso, quase integralmente plano, nesta edição uma pequena alteração no percurso, com a inclusão de passagem pela nova ponte, quando cheguei ao cruzamento fiquei surpreendido com pessoas a correr num viaduto, questionando-me o que ali estavam a fazer mas depressa deparei que teríamos que por ali passar, fez que no final o tema de conversa fosse a novidade do percurso que fez “roubar” alguns segundos ao tempo final.

O reencontro com muitos e bons amigos da blogosfera corredora onde marcaram presença na mítica prova. Perdendo de vista o Pedro e Mario Lima, depois de um breve aquecimento com Luís Mota, segui com ele para frente da partida ai consegui visionar a Carolina que entre fotografias e gestos mostrava a alegria de ali estar. Depressa chegou as 11h00 a hora de partida na minha opinião um pouco tardia, parti bem no ritmo que sentia á vontade, os primeiros 5km efectuados pelas ruas da Nazaré com passagem pela longa marginal correndo a beira da praia mais típica de Portugal a população em massa um apoio caloroso, onde reencontrei a pequena e bonita carolina que claro o toque na sua pequena era inevitável, depois só no final haveria o reencontro. O retorno na zona de Famalicão ao 12.5km, passei com 53min as contas de cabeça dava para finalizar abaixo da 1h30. A vontade em terminar e muito, aqueles últimos momentos de estrada na longa recta com quase 2km ate a chegada á meta, são únicos! Desta vez não tive o prazer de correr aqueles últimos metros ate á meta com a Carolina, estava refugiada num abrigo pois chovia!

Conclui a MMIN na distância cronometrada pelo Garmin 21,23km em novo PR 1h28’03, ritmo de 04:08 min/km, classificado no 75º lugar no escalão Senior, no 159º lugar em 1135º atletas na classificação geral, representei a equipe Asas do Milenium que esteve representada com 11 atletas.


Para dar o seguimento da preparação e não perdendo a embalagem dos treinos ate Lisboa, dia 4 de Dezembro realiza-se a Maratona de Lisboa onde tenciono marcar presença, sendo a 4º Maratona! Nesse dia vai ser muito especial por duas razoes, para juntar aos vários Maratonista teremos um regresso de um grande atleta e amigo que já correu algumas maratonas e sua ultima foi em 1997, falo pois do Mário Lima. A segunda é, vai-se estrear na mítica Maratona o grande amigo que nos últimos meses tem feito companhia nos meus treinos e tem dado muita forma para que não desanima-se e deixa-se de treinar num momento menos bom da minha vida, falo pois do Pedro Ferreira.

A ambos agradeço tudo quem feito, e no dia 4 vou estar presente para homenageá-los com a minha participação e festejar com eles no final o vosso dia, o regresso e a estreia.

Ate dia 4!

2 comentários:

José Xavier disse...

Olá Vitor,
Excelente record pessoal. Estás em forma! Isso dá boas prespectivas para a Maratona de Lisboa.
Também a bonita homengem aos amigos que são importantes nos momentos dificies da vida, é muito importante estares com eles.

Um abraço
dos Xaviers

Pedro Ferreira disse...

Bela foto...
Campeão, agora é sempre a abrir até à 1h24 na Meia e as 2h50 na Maratona!