... Virtude ...

domingo, 11 de dezembro de 2011

26º Maratona de Lisboa




Um mês passou e voltei a correr a mítica distância de 42,195km, a 26º Maratona de Lisboa na minha cidade a 4º em que participo. Mesmo assim os dias antecedentes foram de ansiedade e de nervosismo. Nesta Maratona tive direito a estágio 5*, tive a fantástica companhia da Família Mota. Cheguei cedo as imediações do Estádio 1º de Maio, estava com curiosidade em rever os estreantes o (afilhado) Pedro, Fábio, Hanilton, e o regresso á Maratona do Mário, não consegui rever todos só o Mário e o Pedro, houve tempo um a um fui reencontrando os amigos, que agradável! Mas fico feliz em saber que tenho muitos e bons amigos e sei que posso contar com eles, obrigado amigos! Felizmente Estava tranquilo e depressa chegou a hora da partida, o tempo era propício para prática de desporto, bem diferente da edição anterior. O percurso da Maratona o mesmo, durinho num sobe e desce e com os últimos 4km o mais complicado em efectuar, do Terreiro do Paço ate Areeiro a fatídica Av. Almirante Reis numa subida dramática, do ponto de vista que os maratonistas já tem nas pernas muitos quilómetros. Ate a Meia Maratona fui rolando a bom ritmo com a companhia de um veterano das Maratonas companheiro de equipa das Asas do Milenium, Cirilo Santos. Passei ao 10km com 44min, á Meia Maratona na zona de Santos, passei com 1h32 fiquei contente mas depressa fiquei desiludido ao ver uma enchente de pessoas a “bloquear” a passagem. A prova da Meia Maratona tinha iniciado as 10h30, 2min antes há minha chegada, tinha ficado na ideia que iniciaria as 10h que não teria problema. Entre zig-zag, encontrões, subir e descer passeios, entre insinuações desagradáveis foi ultrapassando os obstáculos, de aproveitável no meio desta turbulência, fui revendo os amigos que iam-me incentivando. Não chegando tudo isto, por volta dos 30km com 2h11'12 de prova, os problemas começavam, de um pequeno incómodo na zona do peito do pé e tornozelo a dores que levavam abrandar o ritmo, partir dai só queria mesmo terminar e ia recapitulando tudo ate então e tentar perceber esta dor, será que foi da sapatilha apertada demais ou do esforço dispensado a partir da Meia Maratona. No Areeiro a pouco menos de 2km iniciavam as cambreas, na parte posterior da coxa esquerda poucas mas que incomodava não foi necessário parar, e a dor no pé direito, só queria mesmo era terminar. Conclui a Maratona de Lisboa na distância cronometrada pelo Garmin 42,40km em novo PR 3h10’10, ritmo de 04:29 min/km, classificado no 61º lugar no escalão Senior, no 123º lugar em 1341º atletas na classificação geral, representei a equipe Asas do Milenium que esteve representada com 11 atletas na Maratona e 3 na Meia Maratona. 


4 comentários:

Mário Lima disse...

Olá Vitor

Estás sempre em grande, já fazes mais Maratonas em meia dúzia de anos que levas disto que eu em 20.

:)

Sinal que evoluiu a mentalidade de quem pratica esta modalidade, ao contrário do meu tempo em que fazer mais de 3 h era 'vergonhoso'.

Um regresso nas calmas e um teu 'afilhado' que fez uma prova também espetacular (ainda bem que não estamos em 1997, senão não diria isto ;) ).

Após ler os temas anteriores (nem me aprecebi que tinhas tantos temas escritos, sinal que os blogues estão em 'dèmodé' (fora de moda, agora o que está a dar é o 'facebook' até vir outra moda que substitua este), Maratona do Porto, prova curta (Amora), meia da Nazaré (com chuva a dar-lhe forte na parte final), lunares e esta, também já começas a entrar no lote dos que não param e em cada domingo que passa há quase sempre, uma prova que espera por ti.

O importante é estares entre amigos, teres bem presente a tua filhota e cortares as metas das provas como da vida sempre com a cabeça levantada.

Grande Abraço!

José Xavier disse...

Olá Vitor;

Continuas em boa forma desportiva, e isso é muito importante.

Esparamos que tenhas um Bom Natal e um Próspero 2012, com saúde e corridas.

dos Xavier's

Fábio Pio Dias disse...

Olá Grande Vitor!

Desejo-te um Feliz Natal e um 2012 pleno de realizações pessoais, com muita alegria e kms de felicidade!És um (duro) Vitor(ioso)! Um grande e forte Abraço!

Joka disse...

Uau, mandou ver guerreiro, ultra parabéns e Feliz 2012 !!!!!