... Virtude ...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Meia Maratona de Portugal 2011

Foto de Luis Parro
Domingo, 25 de Setembro 2011 participei na mítica Meia Maratona de Portugal com inicio na Ponte Vasco da Gama. E segunda participação 2010/2011, na edição anterior gostei de toda envolvência e correr na ponte Vasco da Gama mesmo sendo poucos quilómetros, deveriam ser mais!! Este ano não tinha vontade nenhuma de participar, só fui porque o Filipe Fidalgo relembrara-me que seria a última prova que o amigo Coutinho iria efectuar em terras Lusas, então fiz questão de participar na homenagem. Não tinha feito a inscrição sem como estar presente, resolvida a questão pelo António Almeida que ofereceu-me o “passaporte”. Mas tudo decorreu de forma diferente, o Filipe não participou na prova e nem sequer vi o Coutinho bem tentei descortina-lo no meio de tantos atletas, foi infrutífero. Da minha ida a Lisboa tudo começou da pior forma, desde de não dormir bem durante a noite, á suposta “perda”do chip que fez andar de um lado pró outro a tentar perceber aonde teria deixado, felizmente estava nas escadas do prédio, sem capacidade de tomar uma decisão de ir ou não. Não estava a ter o poder de agir livremente estava preso a certas circunstancias, a semana que passou estive com algumas dores no tornozelo e no tendão de aquiles do pé direito estava preocupado, saberia que não ia correr devagar e não pouparia o pé. Mas que manha tão atribulada mesmo assim decidi ir e fui na companhia do António e do Nuno seu sobrinho. Nas imediações do Vasco da Gama foi tempo de aguardar pela vez para o transporte que nos levaria ate próximo da partida, tudo sem grandes pressas. Já no tabuleiro, o encontro com os amigos e difícil de não acontecer sempre um a festa, também são a minha familia. 10h30 pouco tarde para uma Meia Maratona e a manha domingo esteve muito calor que dificultou, no meu ponto de vista os abastecimentos estiveram bem compostos, ate de mais, porque é triste de ver no chão grandes quantidades de bebida isotonica desperdiçada. Parti um pouco atrás da linha de partida, e o inevitável zig-zig, encontrões, cotoveladas, insultos é tudo que uma prova destas nos proporcionam, resumindo só comecei a correr mais á vontade por volta dos 5km, se voltar a participar nesta prova (2012) vou de certeza mais cedo para Tabuleiro da ponte para partir bem lá na frente. Todas as preocupações terminaram quando comecei a correr, o pé nem dava sinais de qualquer mau estar, ia reencontrando os amigos cumprimentando-os foi um constante, tudo ia decorrendo muito melhor do que as expectativas, os quilómetros iam-se conquistando sentia-me bem, rolava a ritmos bons para concluir a prova num bom tempo a intenção será sempre melhorar. Tão bem ate aos 18km, de seguida iniciou a perda de fulgor e capacidade de aumentar o ritmo, fazia um enorme esforço em manter-me, o meu Garmin foi o melhor parceiro, boa ajuda. O ultimo quilometro foi uma eternidade a ultrapassar, desejava mesmo era terminar e que o sacrifício acaba-se! Ficam os números da Meia Maratona nos 21.25km marcados pelo Garmin, em novo PR de 1h31’40 num ritmo 04:18 min/km, classificado no 289º lugar em 3344º atletas na geral da classificação. Comecei da pior maneira o dia, consegui abster-me e terminei bem e o restante do dia foi muito bom, junta da minha Carolina.

domingo, 18 de setembro de 2011

A treinar com os melhores

Nunca sabemos o que o futuro nos reserva. Domingo, dia 18 de Setembro de 2011. Acordei entre os poucos raios de sol e a ventania que se fazia sentir e a falta de vontade de treinar mais um dia…. Dia de treino longo tinha combinado com o Pedro Ferreira as 7h15, no Monte Caparica para dar tempo de nos deslocarmos ate Cruz Pau, ai o Filipe Fidalgo aguardava por nós, 7h30 programado inicio do treino. Dez minutos depois de degustar o café quentinho para espevitar, tentei assimilar os poucos dados de que disponha para informar companheiros do percurso idealizado para quebrar a rotina da volta ate Fonte da Telha.

À partida estavam presentes os “melhores” atletas para vencer mais um treino, têm os seus objectos para atingir, o meu é a Maratona do Porto e Lisboa, treinar, treinar mais e mais, participar em provas, obter marcas, melhorar o próprio tempo, fazer melhor. Deparo diariamente com desafios, desportivos ou não, importa é dar o meu melhor!!

Um treino simples de baixa dificuldade, só por vezes o vento é que incomodou. Entre piropos saudáveis, troca de ideias, idealizar provas a realizar, sobre lesões, idealizar treinos, tudo no contexto do livro Dean Karnazes em "Quem Corre por Gosto...", só falta chegar a minha pose para o ler, deve ser muito interessante! Partimos da Cruz de Pau em direcção ao Fogueteiro pela nacional10, com passagem pelo Casal do Marco, Siderurgia Nacional no Seixal, Caixa Futebol Campus do Benfica, seguimos a correr junto a baia do seixal efectuando alguma parte do percurso da Corrida do Avante, e concluir o treino no local onde iniciámos. Ficam os números, registados no meu Garmin 23.2km, em 2h04m num ritmo 05:22 min/km, faltou somente a fotografia de grupo!

Deixo aqui uma palavra de agradecimento aos muitos amigos e familiares que me tem dado muita força e encorajamento nestes últimos meses para enfrentar as dificuldades, para continuar em frente e não deixar de fazer o que gosto, Correr. Acredito que sem eles não teria sido a mesma coisa, obrigado.

Avizinhasse mais uma semana de treinos que terminará no domingo na Meia Maratona de Portugal, na Ponte Vasco da Gama.

Boa semana

sábado, 17 de setembro de 2011

Ultra Diploma

10º Ultra Ranking 2010

Apresento-vos o meu "Ultra" diploma fornecido pelo Fórum o Mundo da Corrida numa iniciativa que decorreu no ano de 2010, os interessados enviavam todas as provas que participavam e os que somassem mais quilómetros era o vencedor, o premio foi, no fim do ano receberiam um bonito diploma igual ao meu, as fotos são das provas que deram mais "prazer"em participar, Trilhos de Almourol, Ultra Maratona Geira Romana, Ultra Maratona Atlântica Melides Tróia, Maratona do Porto, Maratona de Lisboa. No ano de 2010 participei em 34 provas, precorri 699.7km ficando no 10ºlugar nos Ultras-Maratonistas. Obrigado “Mundo da Corrida” !!


Como programa hoje tinha um treino para efectuar, a vontade não era muita mas o incentivo de correr acompanhado chamou mais alto, Pedro Ferreira esperava por mim. Apesar de não apetecer correr, com sono, cansado, amassado nas pernas as 8h de trabalho e a falta de descanso fazem mossas, tenho que mudar os hábitos!! Foi um óptimo treino, um percurso de estrada com inicio no Almada Fórum, Feijó, Corroios aqui por coincidência colidimos com Filipe Fidalgo inevitável paragem, conversa em dia e programar os treinos. Continuamos em direcção ao ponto de partida, antes ainda efectuamos a vistoria ao Parque da Paz, já noite feita quando terminamos um treino. Numa constante mudanças de ritmo pois ainda corria nas veias a Meia da Lampas, nas subidas e descidas bem puxava pelo Pedro e o ultimo quilómetro foi feito abaixo dos 4min/km. Fomos por sítios novos para não ser sempre iguais, ficam os números marcados pelo Garmin 18,1km em 1h28min, ritmo 04:53 min/km, magnifico fim de tarde noite de Verão, obrigado Pedro pela companhia.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

17º Treino Lunar


Costa da Caparica, segunda-feira, 12 de Setembro de 2011, Noite de Lua Cheia, toca reunir a malta do atletismo para mais uma edição dos treinos Lunares, hoje foi a 17º edição. Durante a tarde lembrei-me de convidar o Mário Lima, estando de ferias poderia fazer uma visitinha há margem sul e acompanhar-nos, assim foi. 20h30 estavam presentes o conhecido pessoal, a descontracção que pairava, parecia-me que não estavam com vontade de correr, a conversa do momento era MMSJL, para mim é uma extraordinária prova. Tirada a fotografia de grupo, que demorou algum tempo por falta do livro de instruções, mas tudo se resolveu. O percurso era a mesma volta que fizemos na ultima edição, ir ate a Trafaria. Era porque não foi, ate aos 5km fui na companhia do Mário Lima e de outro companheiro, momentos antes perdemos de vista o grupo que seguia mais a frente, perdemos porque sem dizerem nada foram para Cova do Vapor e nós fomos para Trafaria. O Mário ia acompanhado e resolveram regressar por volta dos 5.8km e eu fui a Trafaria com o intuito de apanhar o grupo, fui em vão!! Acabei por fazer 7,7km sozinho, no final comentavam que o percurso pela Cova do Vapor tem boas condições, pelos vistos adoraram. Para próximo treino espero pôr em prática!! Ficam os números, registados no meu Garmin 13.5km em 1h05min. Siga para próximo Lunar, que este já passou!!!

Neste ano, o meio objectivo será participar em duas Maratonas as provas rainhas, Porto e Lisboa, será para tentar melhorar os tempos feitos em ambas! Já iniciei a preparação algumas semanas, ate ao momento estou a receber bons resultados do trabalho feito.

Boa semana para todos

domingo, 11 de setembro de 2011

35º MMSJL

Grande dupla

Sábado, 10 de Setembro de 2011, S.J. das Lampas em festa dia de participar na prova do grande amigo Fernando Andrade que está de parabéns pelo trabalho e dedicação tem prestado durante estes anos todos, para nos proporcionar uma belíssima Meia Maratona. Uma tarde de muito calor, muitos atletas 423 classificados no final, a dita prova das Rampas que tantos mal dizem, mas será pela dureza ou da falta de treinos dos mesmos!!! Junto da minha princesa Carolina com a companhia da minha irmã Isabel e do TANDUR Filipe Fidalgo, dirigimos para o epicentro da concentração de muitos amigos, companheiros de corrida e da blogosfera corredora. Entre nervosismo e ansiedade da minha parte, houve tempo sufeciente para levantar os dorsais, cumprimentar os presentes, beber café e um breve aquecimento. Foi a terceira vez consecutiva que participei, em 2009 foi aqui o baptismo nas Meias Maratonas apadrinhado pelo Almeida e durante a prova o Adelino, tendo um grande significado para mim, ano após ano marcarei presença, e espero que sem mantenha por muitas mais edições. Depois de algumas fotos, beijinho de ate já a Carolina, eis o inicio da grande prova.
17h00 parti mesmo bem há frente do pelotão, bastante rápido mas o Garmin, indicava e fazia pensar que ainda faltava muito para terminar, a ordem era gerir bem o ritmo, esforço. Entre subidas e descidas ate aos 11km fui na companhia do Filipe, sensivelmente do 6km fomos na companhia da campeã Cármen Pires, companheira de equipa dos Asas do Milénium. Os quilómetros passavam e só esperava pelo mítico Tanque, que em 2009 o Adelino surpreendeu-me bastante!! Eis que avisto o Tanque e um balde ali há disposição, que tinha colado o logótipo da prova e algo escrito que nao reparei disseram-me no final, era tempo de refrescar as ideias, paro encho o balde e ai vão elas, que rica banhoca. Oiço comentários, que grande banho, e respondia “é pelo meu amigo Pára”, presumo que ficaram na mesma, mas eu tinha que o fazer!! Faltava os 10km finais, foi uma luta comigo mesmo para obter algo, ia sozinho, sentia-me bem fisicamente e moralmente, sentia-me confortável e consegui manter sempre um bom ritmo. Os quilómetros iam-se conquistando, ia passando atletas que foram muitos, alguns que caminhavam nas subidas, tudo dava-me ânimo e a minha auto-estima aumentava. São Joao das Lampas a vista, 2.5km finais o vento contra não ajudava em nada, alguns atletas que passava que se colavam e tentavam manter-se atrás de mim para se protegerem, era um sacrificado chegar-me a eles e queriam "boleia" nao gosto, aumentava o ritmo e deixava-os para traz. Cifrando que os atletas tiveram um forte apoio da população e familiares durante a prova toda, não houve tantos chuveiros como em 2009 mas agora estamos em crise, há que poupar. O pórtico da meta a vista com muita gente aplaudir, dai que avisto a minha princesa já apostos para percorrer os metros finais ultrapassar mais uma meta em conjunto e mão dada.

Termino a minha terceira participação em S.J. das Lampas, nos 21.26km marcados pelo Garmin, em 1h35’40 num ritmo 04:30 min/km, classificado no 31º lugar no escalão M24/39, terminei no 95º lugar em 421º atletas na geral da classificação.

Os TANDUR ficaram na historia, náo acabaram mas.... Foi uma excelente tarde princípio de noite de sábado muito agradável junto dos amigos e família. Para 2012 marcarei novamente presença em São Joao das Lampas.

Uma meta conquistada

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

24ª Corrida do Avante


Milhares de atletas de todas as idades de ambos os sexos rumaram e outros presumo que estivessem permaneceram durante os três dias no recinto da Festa do Avante para participarem na prova de atletismo. Prova aberta a participantes de ambos os sexos com inscrições gratuitas, já conto com três participações consecutivas, 2009,2010,2011. Nesta edição a distância aumentava para os 11,6Km, a Corrida do Avante tem vindo a aumentar o número dos seus participantes de ano para ano como o locutor de serviço anunciava antes da partida. Fui com a companhia dos meus pais e irmã, no recinto em local programado com Filipe Fidalgo levantamos os dorsais sem menor problema o encontro com os amigos da blogosfera e familiares era inevitável sempre uma festa quando nos encontramos somos uma “família”, um deles que fiquei surpreendido de o ver por ali foi o Ricardo Baptista, que bom reverte. A equipe Asas do Milénium estiverem presentes, um a um fui apresentado como nova aquisição para clube, não corri pelo clube por já estar inscrito pelos TANDUR, que estará sempre presente. 9h30 inicio, parti junto do Filipe e do Coutinho no meu do pelotão, este ano a partida foi em local diferente, junto a chegada. O primeiro quilómetro foi um tormento, um autentico zig-zag para passar os atletas e tentar não tropeçar no meu de tantas pernas para não cair. Estava com contenção e não forçar o andamento, mas o Filipe é aquela máquina cada vez que olhava para o Gramin e via que ia num ritmo acima do previsto, só pensava ate quando aguentaria, aguentei ate o final. Não estava muito calor, em percurso fácil, correr junto a baia do seixal é simplesmente maravilhoso, sendo local de muitos treinos com companhia dos runners. Faltava pouco mais de 3km para final, ressentia o desgaste da noite anterior, os gémeos não estavam confortáveis e tentava não baixar o ritmo “forte” que ia, mas na pequena subida que levava para a parte final não consegui acompanhar o Filipe e deixei-me ficar. Ficam os números, registados no meu Garmin 11.43km, menos que indicavam, em 48m50s num ritmo 04:16 min/km. Recebo água, diploma e a t-shirt alusiva a prova, um ate breve aos companheiros. Contabilizando a dupla jornada do fim-de-semana ate que correu muito bem, lentamente estou a regressar à forma que tive. Para semana será a Meia das Lampas, a terceira participação consecutiva!!!

domingo, 4 de setembro de 2011

Trail Nocturno Lebres do Sado


Ontem decorreu o Trail Nocturno Lebres do Sado, estive indeciso em participar ate última hora, mas o gosto de participar em provas de trail e bem organizadas pelas Lebres do Sado que estão de parabéns pelo evento, que não poderia faltar. Nesta prova teve duas estreias, a primeira que iniciei a correr pelo novo clube de atletismo, Asas do Milénium que estiveram presentes quarto atletas que obtiveram excelentes resultados. A segunda, que estreei novas sapatilhas para trilhos, ASICS Trabuco 13, a primeira impressão é muito boa, confortáveis, estáveis e boa aderência, no final não tinha mazelas nos pés. Prova com inicio pelas 21h00 com 15km, muitas caras conhecidas dos trilhos, do princípio ao fim foi óptimo convívio. Frontal ligado e garmin a funcionar, iniciei a aventura há descoberta da Serra da Arrábida na parte nocturna, tento ter companhia e praticamente do inicio ate ao fim por um colega de equipa o António Barra e o Pedro Gabriel dos Amigos do Parque da Paz, percurso com algumas partes do Raid Vale de Barris, mas esta bem mais soft e efectuei praticamente sempre a correr excepto por volta dos 11km com a parte mais difícil do trail, tinha superar uma forte subida que inevitavelmente a fiz andar, e cheguei ao topo com fortes dores na parte lombar. Ficam os números, registados no meu Garmin 14.5km em 1h15m num ritmo 05:10 min/km, obtive o 21º lugar da classificação geral. No final degustei o saboroso caldo verde e pão com chouriço na companhia dos amigos, não faltando a inevitável troca de impressões e sugestões da provas que se avizinham, e esta que se vai realizar em Maio de 2012 presumivelmente estará nos meus planos em a conquistar, ( UTSM )Ultra Trail da Serra de São Mamede.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Dia Diferente!!

Que saudades tinha em correr debaixo de chuva, como é diferente.
Ao fim do dia as nuvens aproximavam negras, e prometiam chuva. E aconteceu, muita chuva!! Tão bom saborear e soube-me muito bem o frio da chuva por vezes muito intensa, a gotas ao baterem na cara refrescavam e serviu para dar um novo alento, o ouvir do constante som da passada dos ténis o chapinharem nas poças de água, um treino que senti andar nas nuvens!


Como foi diferente palmilhar os pequenos estradões do Parque da Paz, que hoje estava diferente, mais nostálgico!! Já há muito tempo não sentiria assim, tão livre, tão leve, esperançado num futuro melhor!!

Na companhia do companheiro habitual nos últimos meses de treino, Pedro Ferreira efectuamos mais um treino. No inicio fomos em ritmo lento, entretanto reencontrei outro companheiro da corrida e corremos um pouco juntos, depois foi sempre a rolar e os últimos 6km foram feitos com dedicação e paixão pela corrida. Ficam os números, registados no meu Garmin 16.4km em 1h18min num ritmo 04:49 min/km.

Aproximasse um fim-de-semana completo em provas, no sábado há noite estarei no Trail Nocturno das Lebres, no domingo na Festa do Avante.

Haja pernas para isto tudo!!