... Virtude ...

quarta-feira, 10 de abril de 2013

23ªMeia Maratona Lisboa - Assalto a Lisboa

23ªMeia Maratona Lisboa

No passado dia 24 de Marco de 2013 realizou-se a 23ªMeia Maratona de Lisboa, foi a quarta vez consecutiva que participo ao “Assalto a Lisboa", atravessando a ponte 25 Abril a correr. Esta prova serviu para teste e conclusões da recuperação da lesão, incluindo treino longo para provas futuras, e um teste ao joelho já que a condição física é medíocre. Tinha como previsão fazer a Meia acima da 1h45 e não falhei por muito. 60min antes da partida já estava no acesso a ponte na companhia do “primo” Filipe, aproveitamos o tempo disponível para o aquecimento e rever a tática, tática é “dar o que se tem, e é sempre a descer”. 10h30 sinal de partida, qual sinal, só dei conta do inicio porque começaram a correr, será por isto que é considerada a melhor prova Nacional, não é todos os dias que se põe a mexer 40mil, tem que ser tudo ao pormenor para que não falhe nada, os meus parabéns por mais um excelente trabalho ao Maratona de Portugal.A prova, o 1km abaixo do 4.20min/km era elevado, e opção foi deixar o primo ir porque era andamento forte de mais, não sentia e sinto a total confiança no joelho, e o receio que ceda é elevado há que medir o risco, foi assim o meu pensamento durante os 21km, autentico drama. Encontro o Luís Parro e Fernanda, e fomos juntos até por volta do 6km, pois no meio daquela massa humana “perdi-os” o contacto. Segui então sozinho, ia controlando o ritmo pelo Garmim, e o meu pensamento era sempre, “ate quando Joelho”. Aos 13km estava bem e arrisquei, ate fiquei surpreendido comigo por estar bem fisicamente. Comecei a aumentar o ritmo progressivamente, rolava abaixo dos 5min/km os quilómetros eram conquistados com alegria e emoção, encontrava o ritmo confortável e assim fui até final. Belém local do desfecho da 23ªMeia Maratona de Lisboa, conclui com tempo em 1h47:23 ritmo de 05:04 min/km corri pela Casa Benfica do Seixal, com cerca de 8000 atletas concluíram a prova, brutal. O importante foi atingir o objetivo, do joelho ter aguentado os quilómetros sem dores. Em 2014 haverá mais, a minha desforra....


2 comentários:

Cláudia disse...

Buh.. Aos pouco vais ficar bom tens é que ter paciência!! bjca :)

Jorge Branco disse...

O importante é que a lesão seja passado!